• ENTRAR
  • Nenhum produto no carrinho.

Como ser martelo onde tudo parece ser prego na advocacia?

O dilema do prego é que, ao seu redor, todos são pregos e o seu destino universal, assim como de todos os outros, é o martelo. Ao se fazer mais do mesmo, ao não ser inovador e ao ligar o “piloto automático” e “deixar a vida levar”, certamente não resta outro destino ao “prego”. Com o boom de profissionais de direito, tem sido cada vez mais desafiador se diferenciar no mercado e ser reconhecimento como efetivamente diferente.

Para ser martelo, e não prego, algumas ações são fundamentais. De uma maneira geral, você precisa sair de uma postura passiva em relação ao que você oferece no mercado do direito. Não é porque os advogados oferecem serviços de audiência cível em juizados que você precisa oferecer do mesmo jeito ou com a mesma lógica, assim como não é porque as pessoas advogam para condomínios de forma paliativa (processando inadimplentes, por exemplo) que você precise atuar somente assim.

Para receber destaque no mundo do direito e ser reconhecido como um profissional que merece ser contratado, é preciso levar em conta três parâmetros fundamentais. Em primeiro lugar, a sensibilidade, que deve permear a sua relação com o cliente, com os funcionários, com os colegas de trabalho, etc, além de também permitir identificar tendências e transformações no mercado do direito que sejam importantes para o seu negócio. A sensibilidade lhe permite adequar situações, fazer melhores predições e, além disso, estar sempre alerta!

Em segundo lugar, é preciso ter estratégia. Não adianta “bater cabeça” fazendo as coisas sem pensar ou de maneira automática. Qualquer atuação no mercado do direito deve ser extremamente bem pensada e com um forte embasamento em estratégias. Com o estabelecimento de ações alicerçadas em objetivos concretos, prazos e metas, você poderá potencializar substancialmente o sucesso neste mercado tão competitivo.

Em terceiro lugar, é fundamental ter humanidade. De fato, você não está lidando com coisas ou números, mas com pessoas que têm desejos, vontades, aspirações, subjetividades, etc. Trate os clientes, concorrentes, funcionários, etc, como seres humanos e desenvolva cotidianamente o exercício da alteridade, isto é, de colocar-se no lugar do outro. A alteridade permite que você reflita melhor sobre as dinâmicas sociais e culturais do mercado do direito, de modo a compreender melhor a realidade local, nacional e internacional.

Deste modo, com sensibilidade, estratégia e humanidade, as chances de você se destacar no cenário da advocacia são ainda maiores. 

Porém, há pessoas que se destacam e se tornam “martelo” e assumem que é seu direito “martelar” os “pregos”. A empolgação de terem conseguido se tornar “martelo” faz com que as pessoas queiram agir como “martelo”, e é neste assunto que muitos se equivocam. A diferença entre martelo e prego é muito mais conceitual do que hierárquica. O bom “martelo” não é impositivo, é dialógico; não é sufocador, é incentivador; não é individualista, é alguém que trabalha em equipe. Repito: para se manter neste mercado, é preciso ser um verdadeiro líder e potencializar a sensibilidade, as estratégias e, principalmente, a humanidade. 

Gostou deste artigo? Comente e compartilhe em suas redes sociais.

Aproveite para conhecer mais os cursos, coachings e consultorias do Instituto Diálogo. Faça parte desta nova geração de profissionais do direito de sucesso. Acesse: www.institutodialogo.com.br

Autor: Felipe Asensi

Diretor do Instituto Diálogo, Pós-Doutor em Direito e Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Publicado em Penso Direito (12/12/13)

coaching

Comentários

Comentários

0respostas em "Como ser martelo onde tudo parece ser prego na advocacia?"

Deixe sua mensagem

Instituto Diálogo

O ID é uma instituição referência no Brasil e na América Latina para o desenvolvimento de competências e habilidades dos profissionais do direito.

Contato

[email protected]

Atendimento: Seg - Sex (09h às 18h).



Endereço

BRASIL

Rua Álvaro Alvim, nº 48/408.

Centro - Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20.031-010

EUA (Escola Internacional de Mediação)

37N Orange Ave, Suite 500.

Orlando - FL

ZIP: 32801

INSTITUTO DIALOGO BRANCATodos os Direitos Reservados © Instituto Dialogo.
Site produzido por T1site
X